Foto de perfil do autor
José Cândido de Carvalho
Autor
BIOGRAFIA

Filho de lavradores portugueses.

Nas férias escolares, chegou a trabalhar como ajudante de farmacêutico, cobrador e trabalhador em uma refinaria de açúcar.

Iniciou suas atividades de jornalista como revisor no jornal O Liberal, durante a Revolução de 1930.

Foi posteriormente redator, tendo colaborado em vários jornais, entre eles O Dia, Gazeta do Povo e Monitor Campista, todos estabelecidos em Campos.

Formou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, em 1937, mas abandonou a profissão no primeiro caso.

Seu primeiro romance foi Olha para o céu, Frederico!, publicado em 1939 pela Editora Vecchi.

Mudando-se para a cidade do Rio de Janeiro, no bairro de Santa Teresa, passou a trabalhar no jornal A Noite.

Foi redator no Departamento Nacional do Café, onde ficou até 1942, quando a convite de Amaral Peixoto (interventor no Estado do Rio) foi dirigir o jornal O Estado e passou a residir em Niterói.

A partir de 1957 foi trabalhar em O Cruzeiro, por cuja editora publicou em 1964 seu segundo romance, O coronel e o lobisomem, verdadeiro best seller com mais de cinquenta e cinco edições até hoje.

Em 1970 assumiu como diretor da Rádio Roquette-Pinto, tendo passado em 1974 a diretor do Serviço de Radiodifusão Educativa do MEC.

Entre 1976 a 1981 foi presidente da Funarte.

Também escreveu obras infanto-juvenis, sendo a mais famosa delas Gil no Cosmos.

Continuou colaborando em diversos jornais até poucos dias antes de sua morte, quatro dias antes de completar 75 anos.

Quando morreu trabalhava em seu terceiro romance, O Rei Baltazar, que deixou inconcluso

SOBRE O AUTOR
  • Nome completo: José Cândido de Carvalho
  • Nascimento: 05/08/1914
  • Falecimento: 01/08/1989
  • Local do nascimento: Brasil
  • Local do falecimento: Brasil
  • Formação: Formou-se em Direito
  • Profissões exercidas: Advogado, jornalista e escritor
POPULARIDADE
  • visibility 272 visualizações
  • check 3 pessoas leram suas obras
  • add 1 pessoa quer ler uma de suas obras
1 OBRAS CADASTRADAS
PRÊMIOS E HONRAS
  • 1974: Eleito membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira 31.
  • 1965: Prêmio Jabuti.
Atualizado em 09/04/2018 às 17h32