Capa do livro
O Coronel e o Lobisomem
SINOPSE

Ponciano de Azevedo Furtado, neto de Simeão, oficial superior da Guarda Nacional, proprietário de fazendas de gado do interior fluminense, atraído pela vida da cidade e pela atividade de negociante, emigra para Campos dos Goitacazes, não conseguindo, porém, integrar-se no meio urbano.

Dividido entre o mundo dos pastos e a vida citadina, Ponciano enlouquece, depois de perder quase toda sua fortuna.

Espécie de herói picaresco dos Campos dos Goitacases, estado do Rio de Janeiro, conta suas façanhas e seu esforço em lutar contra as mais variadas formas de injustiça: contra o valente de circo (Vaca-Braba), contra o cobrador de impostos, contra o tipo agiota.

Espécie de cavaleiro andante das causas perdidas, solteirão rico, é cobiçado pelas mães ansiosas pelo casamento de suas filhas.

Apesar de fraco no entendimento de coisas econômicas e administrativas (especulação do café) é um forte na arte de desencantar assombrações e cair na artimanha de mulheres casadas.

Ao lado de Ponciano vivemos os mais divertidos casos e as mais fantásticas aventuras, caçamos uma onça-pintada e nos deparamos com uma sereia.

Também namoramos bastante, que o coronel é chegado "num recurvado de moça bonita".

O ponto culminante da narrativa é o embate com o lobisomem: não é qualquer comedor de farinha que pode lidar com lobisomem, bicho de muita astúcia no atacado e no varejo.

SOBRE A OBRA
  • Título original: O Coronel e o Lobisomem
  • País de lançamento: Brasil
  • Data de lançamento: 1964
  • Idioma original: português
  • Classificação: Geral
  • Este livro foi adaptado para outras mídias. Saiba mais
SOBRE ESTA EDIÇÃO
  • Data de lançamento: 1987
  • Editora: José Olympio
  • Idioma: português
  • Páginas: 320
  • Formato: Impresso
POPULARIDADE
  • visibility 241 visualizações
11 EDIÇÕES EM PORTUGUÊS
Atualizado em 17/03/2018 às 22h23